A cidade contém em si um pomar, constituído por inúmeras árvores de fruto, privadas e públicas, que o projeto MUITA FRUTA pretende mapear, recuperar e cuidar, atribuindo-lhes valor enquanto património ambiental, cultural, social e económico.

Sendo o foco principal a função social da árvore enquanto elo de ligação ao território, MUITA FRUTA apresenta uma abordagem holística e criativa que parte dos quintais dos bairros de intervenção do projeto para o espaço urbano, desenvolvida através de interações experienciais comunitárias que facilitem uma vivência prática, consciente e reflexiva, ancorada na participação ativa dos grupos na identificação de problemáticas, mas sobretudo na elaboração de soluções coletivas para a construção de um cenário partilhado de cidade.

Sendo a utilização dos recursos locais fundamental para a criação de ferramentas que valorizem o capital social e natural, ocupando assim os mais idosos e potenciando a empregabilidade e consequente fixação dos mais jovens nos bairros.